Grávidas abaixo do peso têm mais chance de parto prematuro

gravidaEstudo norte-americano sugere que mulheres com um índice de massa corporal (IMC) normal ou baixo, antes de ficarem grávidas, devem ser aconselhadas a manter um nível moderado de ganho de peso durante a gestação, entre 0,23kg e 0,68kg por semana, para diminuir o risco de um parto prematuro. A conclusão tem como base a análise dos dados de 437.403 mães que deram à luz a um único bebê entre 1989 e 1997 no estado de Missouri (EUA).

Segundo artigo publicado no European Journal of Obstetrics & Gynecology and Reproductive Biology, o IMC pré-gravidez foi classificado como normal (entre 19,5 e 24,9), magreza leve (de 17,0 a 18,5), magreza moderada (de 16,0 a 16,9) e magreza grave (abaixo de 15,9). O IMC é considerado o padrão internacional para avaliar o grau de obesidade de um indivíduo e é calculado dividindo-se o peso (em kg) pela altura ao quadrado (em metros).

Os resultados do estudo mostraram que quanto maior o deficit de peso, mais alto era o risco de parto prematuro e que este risco era mais alto para nascimentos prematuros espontâneos do que naqueles indicados por razões médicas. “Para cada categoria do IMC, foram observados valores de risco excessivos para partos prematuros espontâneos entre mulheres com um ganho de peso gestacional (durante a gravidez) muito baixo (inferior a 0,12kg por semana). Mães muito magras com um ganho de peso na gravidez muito baixo ou muito alto apresentaram o maior risco de parto prematuro espontâneo”, afirmam Salihu, do departamento de Obstetrícia e Ginecologia, e colegas da University of South Florida (EUA), responsáveis pelo estudo.

Além disso, a pesquisa identificou que, em contraste, mulheres abaixo do peso com ganho de peso moderado (entre 0,23kg e 0,68kg por semana) apresentaram o risco mais baixo de parto prematuro espontâneo, com a única exceção de grávidas moderadamente abaixo do peso.

“Nossa observação de que a gravidade de um IMC baixo pré-gestação foi associado diretamente (em um padrão de dose-resposta) ao parto prematuro ressalta a importância do aconselhamento pré concepcional para mulheres – especificamente sobre a importância de as mulheres alcançarem e manterem um peso normal antes da gravidez”, destacam os autores da pesquisa.

Informações da Agência Notisa

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: