Aids atinge cada vez mais a terceira idade

mulherDados recentes do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) preocupam: no Brasil, há mais de 500 mil casos notificados da doença. Desses, mais de 15 mil atingem idosos – sendo que, em 1991, havia cerca de 950 ocorrências.

Segundo o biólogo e doutor em imunologia Aldo Henrique Tavares, a falta de informação é o principal motivo do crescimento acelerado da Aids nessa faixa etária. “Há pouco tempo, não existia nenhum tipo de campanha para o público idoso. Isso surgiu recentemente, mas de forma muito escassa”, afirma Tavares, que também é consultor técnico do Exame Medicina Diagnóstica/DASA.

Para o especialista, a desinformação tem como consequência a vida sexual ativa sem proteção – o que contraria o mito existente há alguns anos, de que idosos não praticam sexo. De fato, a atividade sexual na terceira idade cresceu há pouco tempo. “Existem vários fatores que explicam a prática sexual entre pessoas mais velhas. A melhora da qualidade de vida, o controle de sintomas da andropausa e da menopausa por meio da reposição hormonal e o surgimento de medicamentos, injeções e próteses são alguns deles. Trata-se de métodos recentes”, explica Tavares.

Outros fatores fazem com que os idosos não utilizem preservativos: é algo que foi pouco utilizado ao longo de suas vidas; existe dificuldade técnica na utilização; há medo de perda de ereções; de uma maneira geral, a faixa etária conhece a camisinha apenas como anticonceptivo – e não como proteção contra doenças.

Mais uma preocupação crescente, de acordo com Tavares, é com relação ao diagnóstico da doença, que muitas vezes é tardio. Em geral, no início da infecção, o portador do HIV aparenta saúde. E mesmo quando manifesta doenças oportunistas, como tuberculose e pneumonias, há rejeição à probabilidade da presença do vírus. Há também atribuição errônea de sintomas, como fadiga e perda de peso ou de memória.

“A última coisa que o idoso pensa é que está com Aids. Procurar um especialista é imprescindível, pois só ele poderá indicar corretamente os exames que devem ser feitos e, posteriormente, o tratamento compatível”, informa o especialista.

As demais doenças sexualmente transmissíveis, ou venéreas, também estão alcançando cada vez mais a terceira idade. Entre elas estão candidíase, gonorréia, herpes, hepatite e outros tipos de infecções graves. “A prevenção com o uso da camisinha e a solidariedade com quem está doente são as melhores armas na luta contra a doença”, finaliza Tavares.

Anúncios

3 Respostas

  1. Essa notícia tem se tornado bastante forte no meio de soro positivos, outro dia mesmo vi um anúncio na TV com uma mulher de meia idade falando sobre o uso de preservativos, achei bastante interessante, mostra que as autoridades competentes se importam com o assunto.
    Vi um vídeo outro dia mesmo falando, postei até no meu blog, um anúncio feito pela a MTV achei muito interessante, vale a pena conferir!
    Bjs e parabéns pelo blog.

    http://admeister.wordpress.com/2009/03/03/campanha-staying-alive-2008-conscientizacao-hiv/

    • Felipe,

      è bem bacana mesmo que as autoridades estejam se preocupando em informar as pessoas da terceira idade, já que é tão difícil para elas – que passaram anos e até décadas sem o medo do HIV – começarem a usar preservativos. Pena que para isso acontecer foi necessário a divulgação de um crescimento alarmante da infecção do vírus entre essa população.

      A campanha da MTV é realmente bacana. A MTV tem dessas: no meio de um amontoado de comerciais meio toscos e malucos, surgem algumas campanhas ótimas.

      Obrigada e passe sempre por aqui 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: