Vacina quadrivalente contra HPV é qualificada pela OMS

vacinaUma vacina quadrivalente contra o papilomavírus humano (HPV) acaba de receber a pré-qualificação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso significa que, a partir de agora, o produto poderá ser comprado por agências da Organização das Nações Unidas (ONU), como o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), para uso em programas nacionais de imunização. A vacina quadrivalente é a primeira contra câncer de colo do útero a receber o certificado da OMS.

O objetivo da pré-qualificação da OMS é garantir que as vacinas atendam aos padrões de qualidade, segurança e eficácia que, em conjunto com outros critérios, são utilizados pela ONU e outros órgãos para definir as compras.

“O câncer de colo do útero representa um ônus significativo para os países em desenvolvimento. A pré-qualificação pela OMS de uma vacina contra HPV significa um avanço para ajudar a proteger mulheres jovens e melhorar o acesso à saúde, principalmente nos países mais pobres”, comenta Graça Machel, fundadora e presidente da Foundation for Community Development (Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade) em Moçambique e defensora da saúde feminina.

A vacina quadrivalente contra HPV é a única que protege contra quatro sorotipos do papilomavírus humano (6, 11, 16 e 18). Atualmente, é indicada para meninas e mulheres de 9 a 26 anos para a prevenção de cânceres de colo do útero, da vulva e da vagina causados pelo HPV 16 e 18, das verrugas genitais provocadas pelo HPV 6 e 11 e das lesões pré-cancerosas ou displásicas causadas pelo HPV tipos 6, 11, 16 e 18.

Os HPV 16 e 18 são responsáveis por aproximadamente 70% dos casos de câncer do colo do útero, sendo que os tipos de HPV 6 e 11 causam aproximadamente 90% das verrugas genitais e cerca de 10% das lesões displásicas de baixo grau do colo do útero.

Segundo os estudos clínicos, a vacina quadrivalente contra o HPV demonstrou 100% de eficácia na prevenção de cânceres cervicais, vulvares e vaginais relacionados ao HPV 16 e 18 em mulheres que não haviam sido expostas a esses tipos de HPV e 99% de eficácia nos casos verrugas genitais causadas por HPV tipos 6 ou 11.

Informações sobre o Papilomavírus Humano 
Estima-se que o HPV (papilomavírus humano) cause cerca de meio milhão de novos casos de câncer de colo do útero anualmente no mundo, sendo que a maioria afeta mulheres dos países em desenvolvimento.

Para a maior parte das mulheres, o HPV desaparece espontaneamente. No entanto, para algumas, alguns tipos de HPV de alto risco, se não reconhecidos e tratados, podem causar câncer de colo do útero.

O câncer de colo do útero é o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo. Praticamente 80% dos casos de câncer de colo do útero ocorrem nos países em desenvolvimento, sendo que, em muitas regiões, é o tipo mais comum entre mulheres.

Os tipos 16 e 18 de HPV causam aproximadamente 70% dos casos de câncer de colo do útero. Nem todos os casos de câncer vulvar e vaginal são causados por HPV, sendo desconhecido o número exato de casos causados pelos HPV 16 e 18. No entanto, estima-se que respondam por 40% a 50% dos cânceres vulvares e cerca de 70% dos cânceres vaginais. As verrugas genitais são crescimentos anormais da pele causados por HPV, principalmente pelos tipos 6 e 11, que causam mais de 90% das verrugas genitais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: